Pintas

As pintas e os sinais que se espalham pela pele do corpo com o passar dos anos, sobretudo nas áreas mais expostas ao sol, são chamadas pelos médicos de nevos melanocíticos.

Recebem essa denominação por se tratar de pequenos tumores benignos formados por melanócitos, que são as células que produzem o pigmento melanina, responsável pela cor da pele e dos pelos.

Com formato regular, salientes ou não, os nevos melanocíticos surgem por predisposição genética, ainda que sejam uma reação da pele ao acúmulo de raios solares ao longo dos anos.

Outro tipo de pintas e sinais são os chamados nevos atípicos, ou nevos displásicos, que são menos comuns e podem se parecer com um melanoma. Eles têm a aparência maior, são irregulares e podem apresentar vários tons amarronzados.

Pesquisas recentes apontaram que pessoas com dez ou mais nevos displásicos possuem 12 vezes mais chance de desenvolver melanoma, que é o tipo mais agressivo de câncer da pele. A tendência também é genética e serve como alerta para a necessidade de uso diário de protetor solar, realização de autoexames e visitas regulares ao dermatologista.

O QUE A CLÍNICA DR. OTÁVIO MACEDO & ASSOCIADOS OFERECE: 

A Clínica OM&A oferece a seus pacientes os mais modernos recursos para a prevenção e o tratamento de pintas e sinais.

Nossos médicos realizam exames minuciosos em cada pinta, incluindo estágios, formatos, cores, predisposição genética, assim como hábitos preventivos e rotina de cuidados.

Tratamentos:

Dermatoscopia Digital

Dermatologia Clínica > Pintas

Ao permitir a análise das lesões pigmentadas da pele, detectando estruturas invisíveis a olho nu, a Dermatoscopia digital é fundamental para o diagnóstico e monitoramento das pintas. Permite a detecção precoce de melanoma e de outros tipos de câncer de pele, além do acompanhamento de lesões suspeitas.

Protocolo: Anual

Fraxel Thulium®

Dermatologia Clínica > Pintas

Laser fracionado que se utiliza do sistema “drug delivery”. Em outras palavras, significa que facilita a aplicação de substâncias e medicamentos diretamente nas células que precisam de tratamento. Por meio de fototermólise fracionada, ao ser aplicado sobre a pele, o laser do Fraxel Thulium cria várias feridas microscópicas, com pequena distância entre elas. A olho nu, só é possível observar leve vermelhidão no local. São essas feridas que vão provocar a renovação da pele, com a formação de novo colágeno e cicatrização rápida, em torno de um dia. 

Pós-tratamento: Vermelhidão seguida de aspecto “bronzeado”, em alguns casos há leve descamação.

Protocolo: entre 4 e 6 sessões, quinzenal.

Resultado: Gradativo, a partir da 1ª sessão.

Cadastre-se e receba dicas de saúde preparadas especialmente pelo Dr. Otávio Macedo e sua equipe!

* Todos os campos são obrigatórios