Home / ORM News / Vaidade Masculina
Vaidade Masculina

Vaidade Masculina

Conheça as principais técnicas utilizadas pelo homem para garantir sua beleza e auto-estima.

Nos últimos anos o homem moderno tem apresentado uma mudança de comportamento ligada a vaidade. A cada dia é mais comum encontrar homens buscando tratamentos estéticos, academias, dentistas, dermatologistas e nutricionistas para assegurar sua beleza. “Os homens têm demonstrado mais preocupação com a aparência, atitude justificada muitas vezes, para assegurar sua auto-estima, para melhorar relacionamentos com as mulheres e, ainda, contribuir com a colocação no competitivo ambiente profissional”.

Entre os “cartões de visita”, o rosto e a pele recebem destaque, e por esse motivo necessitam de cuidados especiais. A pele humana é formada por três camadas, unidas entre si; a epiderme, a derme e a hipoderme.

A pele masculina apresenta algumas características que diferem da feminina, tais como:

  • Apresenta 24% mais sudorese, com tendência a desidratação;
  • Tem um fluxo sanguíneo 50% mais que na pele das mulheres;
  • Perde cerca de 25% da firmeza natural depois dos 30 anos;
  • pH é mais ácido;
  • É duas vezes mais ácida que a feminina;
  • O contorno dos olhos é mais marcado que no rosto das mulheres;
  • Sofre a agressão da lâmina de barbear.

Entre as características da pele masculina, o excesso de oleosidade é uma das principais causas que levam os homens a procurar orientação médica, problema gerado pela maior quantidade de secreção produzida pelas glândulas sebáceas estimuladas pela testosterona – hormônio esteróide produzido pelos testículos, responsável pela produção de espermatozóides, hormônios e pelo desenvolvimento do organismo – fator que garante a contínua hidratação da pele.

Além disso, o homem passa por um ritmo de envelhecimento mais lento, devido à maior quantidade de produção de fibras de colágeno dérmico – estruturas responsáveis pela firmeza da pele. O sexo masculino também possui uma camada córnea mais espessa, localizada na epiderme, que age como barreira de proteção entre o interior e o exterior do corpo e impede, por exemplo, a perda de água e outros nutrientes.

Mas os fatores externos, como a radiação solar, o clima frio e seco e as rajadas de vento, atuam da mesma forma sobre ambos os sexos. E levam igualmente ao envelhecimento precoce e até a ocorrência de câncer de pele.

Entre as vantagens, a pele do homem apresenta maior resistência aos fatores externos, porem essas características não excluem os cuidados necessários para manter a saúde e a beleza da pele. Ao envelhecer, o homem perde gradativamente a hidratação da pele, surgindo a necessidade de criar o hábito de proteger e hidratar o rosto e o corpo.

Outra preocupação comum entre os homens é o barbear, um ato que muitas vezes precisa ser realizado diariamente, situação que causa a irritação da pele e, em alguns casos, problemas dermatológicos como a foliculite (inflamação dos pelos), dermatite seborréica (descamação do rosto que ocorre na região central, sobrancelhas e bochechas, podendo ocorrer também na área da barba). Para amenizar e prevenir o surgimento desses e de outros problemas, o ideal é procurar a orientação de um dermatologista que indicará o tratamento mais adequado a cada caso.

Algumas dicas podem ajudar nesse processo:

  • Escolher um produto de qualidade para barbear é fundamental, pois o ato de barbear remove a camada hidrolipídica da pele – responsável pela proteção, deixando esta mais sujeita a inflamação e irritação;
  • Usar creme ou gel de barbear (ajuda a cortar os pelos mais rentes e diminui as chances de trauma);
  • Utilizar loções após o banho, pois os pelos ficam mais macios e a pele está limpa;
  • Evitar raspar o pelo no sentido contrário do mesmo, pois pode gerar encravamentos;
  • Substituir a lâmina semanalmente;
  • Enxaguar o rosto após barbear-se com água fria, pois a temperatura da água diminui o tamanho dos poros;
  • Utilizar, quando possível, barbeadores elétricos, pois irritam menos a pele.

Além dos métodos tradicionais, atualmente o laser tem sido aplicado na depilação das regiões da barba, rosto e pescoço. O tratamento é indicado para os casos de foliculite intensa – quando os pelos encravam facilmente e promovem processo inflamatório com a presença de vermelhidão e pus.

Durante o tratamento são indicados de quatro a cinco sessões. O paciente deve evitar exposição ao sol 15 dias antes do procedimento. O intervalo entre cada sessão depende da área tratada, variando de 30 a 45 dias. Com a aplicação do laser, os pelos ficam mais finos e macios, após cada sessão cerca de 20% dos pelos não voltam a crescer. No final das cinco sessões estima-se que haja por volta de 80% da eliminação definitiva dos pelos.

Outra dica simples dada pelos dermatologistas é o uso de protetor solar (de preferência em gel ou creme) durante o dia e, à noite, lavar o rosto e aplicar produtos que estimulem a produção de colágeno, hidratantes e clareadores de manchas aproximadamente 20 minutos antes de dormir, lavando o rosto na manhã seguinte.

Medidas simples, que irão assegurar a saúde e a beleza do homem.

Veja Também

Dr. Otávio Macedo fala sobre Depilação a Laser com Depilrobot no Programa Bem Estar do Rede Globo

Depilação a laser robótica pode promover resultado mais rápido com menos dor

A depilação a laser evoluiu: agora essa tecnologia ganhou a ajuda de um robô, que …