Home / ORM News / Proteja as crianças dos efeitos nocivos do sol

Proteja as crianças dos efeitos nocivos do sol

É preciso educar as crianças sobre os efeitos nocivos da exposição ao sol e criar nelas o hábito de usar o protetor solar todos os dias. E isso deve ser feito quanto mais novas elas forem, pois quando entram na adolescência, torna-se difícil fazê-las utilizar o protetor solar, pois adolescentes querem se sentir independentes e cuidar sozinhos da própria vida.

Segundo Dr. Otávio Macedo, da Clínica ORM, há alguns anos, estão sendo realizadas Campanhas de impacto nacional para orientação e prevenção ao câncer de pele, de forma a instruir a população sobre o uso correto do protetor solar, de proteções físicas; bem com evitar horários de radiação UV intensa. “Entretanto, a maior parte da população ainda não utiliza o protetor solar diariamente e nem em quantidade adequada”, completou.

Tipo da embalagem faz a diferença

Segundo Dr. Otávio Macedo, outros fatores que podem estimular o uso do protetor solar pelas crianças são a cosmética do produto, tendo fácil “espalhabilidade”, cheiro agradável, cor do produto e até forma de aplicação; por exemplo, em embalagens “pump” ou até mesmo spray.

“As campanhas publicitárias também têm grande papel no incentivo ao uso dos produtos infantis. As crianças tendem a se sentir estimuladas a usar produtos relacionados aos personagens temáticos de que gostam e também músicas ou slogans instrutivos que remetem ao uso do produto”, pontuou Dr. Otávio Macedo.

Corroborando com a opinião de Dr. Otávio Macedo, um novo estudo australiano apontou que as crianças tendem a usar mais o protetor solar quando o produto está em embalagens “pump”, ou seja, aquelas semelhantes às utilizadas por sabonetes líquidos. O responsável pelo estudo é Abbey Diaz, pesquisador da Universidade de Tecnologia de Queensland.

O interessante dessa pesquisa é o fato de que os pequenos se sentem mais atraídos para utilizar o filtro solar quando eles estão nesse tipo de embalagem do que nas embalagens convencionais. O fato foi constatado quando um experimento foi realizado com 87 crianças em idade escolar. Durante três semanas, os pequenos receberam protetor solar em diferentes embalagens em cada uma delas, sendo orientados a passar o protetor solar todos os dias.

Ao final de cada semana, o produto restante nas embalagens era averiguado e constatou-se que o conteúdo que estava nas embalagens do tipo “pump” havia sido mais utilizado do que aquele que estava nas embalagens convencionais. Dessa forma, conclui-se que embalagens mais fáceis de manusear e mais atrativas para as crianças podem fazer a diferença na hora de proteger a pele dos pequenos.

Ainda segundo o médico, para convencer as crianças a utilizarem o protetor solar diariamente, inicialmente, é necessário que os pais estejam convencidos da sua importância na prevenção ao câncer de pele e que o utilizem regularmente. “Se as crianças, desde jovens, observarem os pais tendo esse hábito, aprendem que o uso do protetor solar deve ser tão corriqueiro quanto fazer higiene oral, e será mais fácil manterem o seu uso na adolescência e na vida adulta”, colocou.

Mesmo assim, de acordo com o autor da pesquisa, as crianças ainda utilizaram menos da metade do protetor solar do que deveriam para se proteger do câncer de pele e outros males que a exposição ao sol pode causar.

Veja Também

Dr. Otávio Macedo fala sobre Depilação a Laser com Depilrobot no Programa Bem Estar do Rede Globo

Depilação a laser robótica pode promover resultado mais rápido com menos dor

A depilação a laser evoluiu: agora essa tecnologia ganhou a ajuda de um robô, que …