Home / ORM News / Anvisa aprova uso da toxina botulínica contra enxaqueca

Anvisa aprova uso da toxina botulínica contra enxaqueca

A toxina botulínica recebeu aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso no tratamento de enxaqueca. A aplicação será recomendada para a prevenção das crises de dor de cabeça fortes que caracterizam a doença. A toxina botulínica é obtida a partir da bactéria Clostridium botulinum.

A autorização foi concedida em 11 de abril a uma empresa que produz a substância, usada normalmente para enrijecer a pele e conservar a pessoa contra rugas e outros sinais da velhice. O uso cosmético da substância só foi aprovado pelo órgão do governo norte-americano responsável por regular alimentos e remédios (FDA, na sigla em inglês) em 2002.

Agora, as injeções da toxina poderão ser usadas no tratamento de uma doença que se caracteriza por dores de cabeças intensas, normalmente agravadas por fatores externos como luz, esforço físico, ruídos e odores. O paciente pode ter náuseas e vômitos durante as crises.

Estudos já apontavam a eficiência da substância no combate à enxaqueca desde 2006, quando um grupo de cientistas de Taiwan revelaram que o tratamento com a toxina reduzia a frequência e a intensidade das crises em até 60% dos pacientes testados.

Usada há 20 anos em pessoas que sofreram derrames cerebrais (AVC) ou problemas cervicais, a toxina botulínica também é autorizada no Brasil para o tratamento de casos de bexiga hiperativa.

Fonte: Do G1, em São Paulo

Veja Também

Dr. Otávio Macedo fala sobre Depilação a Laser com Depilrobot no Programa Bem Estar do Rede Globo

Depilação a laser robótica pode promover resultado mais rápido com menos dor

A depilação a laser evoluiu: agora essa tecnologia ganhou a ajuda de um robô, que …

5 comments

  1. fiquei bastabte interessada, pois sou portadora de enxaqueca ha muitos anos. Entrei neste site apos entrevista no programa papo aberto

  2. gotaria de saber se qualquer pessoa pode fazer este tratamento , quak o custo

    • Para ser realizado este tratamento o ideal é consultar um médico Dermatologista que possa avaliar o seu caso e assim indicar o tratamento. O valor deste procedimento irá depender da avaliação médica, pois só ele poderá dizer em quais áreas deverão ser aplicados e qual a quantidade de produto.

      Equipe ORM

  3. MÁRCIA PERPÉTUA DE ARAÚJO

    SOFRO HÁ ANOS COM DORES DE CABEÇA MAS ULTIMAMANTE AS DORES PIORARAM MUITO ACOMPANHADAS DE NÁUSEAS E VÔMITOS, PERCO DIA DE SERVIÇO. OS REMÉDIOS COMUNS JÁ NÃO FAZEM EFEITO. COM CONSEGUIR ESSE NOVO TRATAMENTO. MORO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SP.